Archive for April, 2009

Don’t Let Me Be Misunderstood

Posted in Dirty Sheep Confessions with tags , , , on April 30, 2009 by gugagessullo
Baby you understand me now
If sometimes you see I’m mad
Doncha know that no one alive can always be an angel?
When everything goes wrong you see some bad
Well I’m just a soul whose intentions are good

Oh lord, please don’t let me be misunderstood 
Ya know sometimes baby I’m so carefree

With a joy that’s hard to hide
Then sometimes it seems again that all I have is worry
And then you burn to see my other side

But I’m just a soul whose intentions are good
Oh lord, please don’t let me be misunderstood 

If I seem edgy
I want you to know
I never meant to take it out on you
Life has it’s problems
And I get more than my share
But that’s me one thing I never mean to do

Cos I love you
Oh baby
I’m just human
Don’t you know I have faults like anyone?
Sometimes I find myself alone regretting
Some little fooling thing
Some simple thing that I’ve done 

I’m just a soul whose intentions are good
Oh lord, please don’t let me be misunderstood
I try so hard
So don’t let me be misunderstood

Sensacional

Posted in Dirty Sheep Loves it! on April 30, 2009 by gugagessullo

Clique aqui e boa experiência.

Veja na melhor resoluçao possivel.

ANTICRISTO

Posted in Dirty Sheep Cinema with tags on April 29, 2009 by gugagessullo

Semana passada eu fiz um post sobre Cannes (veja aqui) e la eu falei de um dos filmes que estao em competiçao, Anticristo de Lars Von Trier. Eu fui atras do filme, pois aquela imagem tinha me chamado bastante atençao. Gostei. E vi que o trailer do filme jah esta na rede, confira aqui abaixo.

Lars Von Trier me interessa muito. Meu interesse vem desde o movimento Dogma95 onde ele e Thomas Winterberg ficaram famosos pela invençao das 10 (ou mais?) regras de se fazer um filme, entre elas: camera no ombro, pouca montagem e captaçao de som direto. Ai ele veio com o inquietante Dançando no Escuro de 2000 onde Bjork atua e canta. Em seguida ele martelou nossas cabeças com uma mistura de cinema, teatro e literatura em Dogville (com Nicole Kidman) e continuou na mesma pegada com Manderlay (os dois filmes fazem parte da trilogia que “estuda” os Estados Unidos, USA-The Land of Opportunities. O terceiro e ultimo, Wasington, deve sair em 2010). Para quem suspeitava que ele so fazia filmes cabeças, veio O Grande Chefe logo em seguida, uma comédia muito boa e original que satiriza o mundo corporativo. E neste ano ele vem com um filme de terror, Anticristo. Entao, pode esperar coisa boa. Ao menos, original, como é de praxe.

Se liga na treta

Posted in Dirty Sheep Loves it! with tags , , on April 28, 2009 by gugagessullo

Quem lembra de Creed ? O vocalista, Scott Stapp, sempre foi zombado que queria imitar a voz do Eddie Vedder. Eddie Vedder nunca gostou desta história e Scott Stap dizia ser o que Eddie Vedder deixou de ser. A MTV colocou os dois no ringue pra tirar isso a limpo.

Se liga na treta.


COM ALGO NOS DENTES

Posted in Dirty Sheep Loves it! with tags on April 28, 2009 by gugagessullo

COM ALGO NOS DENTES
(Fabricio Carpinejar)

Sujeira nos dentes me põe em alerta.

 

Reunião-almoço é um momento em que ninguém deixa uma boa impressão. Esqueça. Já estive fechando um negócio com uma casquinha de feijão nos dentes. Não me avisaram. Não havia como escová-los, a comida cheirava saborosa no prato. De pé, na cabeceira da mesa, eu escorria palavras higiênicas, fortes, límpidas enquanto a dentição revelava justamente o contrário.

 

Quantos olharam ao lado para não enfrentar a oficina mecânica? Quantos garfos histéricos diante da minha falta de notícias? Quantos perderam a gula com minha aparência junina?

 

Um maldito pretume na apertada fresta dianteira. Um poço de petróleo subindo de minha timidez, jorrando descuido profissional.

 

Uma nesga de feijão arrebenta uma personalidade. Para detestar alguém, basta a capinha negra e desmiolada no fundo branco. Concluímos que seu dono é um desleixado, que deveria usar um avental dentro da boca. Ele não será promovido, nunca. 

 

Não houve uma alma samaritana em minha equipe, muito menos na comitiva do cliente a comentar que um grão poluiu meu sorriso. Saudade da franqueza suicida de minha mãe. Custava levantar um guardanapo e indicar o canto dos lábios? Eu entenderia o mínimo sinal. Uma careta e veria que algo escapou do controle. Mas o medo de constranger humilha ainda mais. E fui sodomizado pelo silêncio. 

 

Depois de recitar uma hora a estratégia para um anunciante, descobri no banheiro o penduricalho labial, o piercing do apetite, a argola do azar. E qualquer descrição ousa melhorar a sobra e não reduz o impacto de sua chegada. Enforcava os dentes com o fio dental. Subi até na cadeira para gerar um efeito mais realista. 

 

A partir daquele vexame, firmei pacto de sangue: sempre avisar quem está com os dentes sujos. Seria um retrovisor de restaurante, inimigo declara do da couve, da farofa, dos temperos, das digestões rápidas e desassistidas. Apontaria fulminante e inquisidor: “Está aí, limpa!” Falaria com ou sem educação. Para me vingar da memória e antecipar o coitado de uma tarde de fofocas e brincadeiras. Um homem fica mais tranqüilo quando desvenda sua vocação. 

 

Encontrei minha namorada após o café da manhã. Seu riso é um lençol balançando em varal. Dá duas cambalhotas no vento sem renunciar a realeza do tecido. É uma alegria pousando com os dois pés de ginasta. Não tropeça mesmo com todas as acrobacias do céu do rosto. 

 

Ela veio me beijar, assustei seu avanço como um guarda de trânsito. Os caninos apresentavam uma pontinha escura. Um traço absurdamente irritante, complicado de apagar no editor de imagem.

 

– Está com uma coisinha entre os dentes.

Ela suspirou:

– São tâmaras.

Ah…Tâmaras, pode. É muito chique.

Ainda estou a beijando.

7 AGES OF ROCK

Posted in Dirty Sheep Music with tags , on April 28, 2009 by gugagessullo

Esta foi uma bela descoberta do Digao. A BBC fez uma série chamada 7 AGES OF ROCK, sao 7 programas que contam a historia do rock e as diferentes cenas musicais desde 1960. Cada programa fala de um periodo musical, sempre na perspectiva de um ou mais artistas de cada época. É bem interessante. Você pode encontrar todos os programas no youtube :

jimiThe Birth of Rock, conta sobre a revolucao do rock nos anos 60 com foco na musica e historia de Jimi Hendrix. O episodio também explora a influencia do rhythm & blues em bandas inglesas como The Rolling Stones, Cream e The Who. Fala também sobre Bob Dylan e The Beatles.

 

davidWhite Light, White Heat, fala da expressao artistica e conceitual que permeou o rock de 1966 a 1980 (art rock). Andy Warhol, Velvet Underground, Genesis, Pink Floyd, David Bowie e mais.

 

 

punkBlank Generation, conta a historia do punk com foco nas duas cidades de seu nascimento, Londres e Nova Iorque. E tem Ramones, The Clash, Sex Pistols e muito mais.

 

 

heavyNever Say Die é para quem curte heavy metal. Conta sobre o surgimento da cena musical com foco em Black Sabbath, Judas Priest, Deep Purple, Iron Maiden e Metallica.

 

 

staduimWe Are The Champions, explora o stadium rock. Tem o nascimento da MTV e eventos marcantes como o Live Aid. Foco na historia de bandas como Dire Straits, U2, The Police.

 

 

grungeLeft of the Dial. De 1980 a 1994, a historia do rock alternativo dos Estados Unidos. Desde Black Flag, passando por R.E.M, The Pixies e terminando na cena grunge em Seattle com Nirvana e sua turma.

 

 

indieWhat The World is Waiting For fala sobre o British Rock. Desde The Smiths indo até The Stone Roses, Suede, a rivalidade Blur e Oasis, e o cenario indie atual com bandas como Artic Monkeys e Franz Ferdinand.

 

Clique aqui e confira o site oficial da série.

 

E separei aqui a 1a parte do Left of the Dial que tem a ver com o que mais gosto.

Kiwi

Posted in Dirty Monday on April 27, 2009 by gugagessullo

Kiwi só queria voar…

E ele deu um jeito.

Pra refletir.