Mijao

Eu tenho um amigo cujo um dos maiores prazeres de sua vida é dar uma boa mijada. O cara segura até o pinto fazer bico, bexiga inflada, sai correndo feliz pro banheiro, solta a muringa e até inclina a cabeça pra tras como se tivesse gozando. Sao mijadas longas. E o cara ficou aprisionado nesta sensaçao, ele nao consegue mais mijar sem ser assim. Tem vezes, segundo ele, que até doi, ele ta la na rua dirigindo, transito e tem que segurar mais do que poderia. Ja se mijou no carro umas boas vezes. Ai pra evitar chegar todo molhado em casa, ele decidiu usar fraldas geriatricas, agora ele deixa a bexiga inchar até ficar vermelha e dolorida e o mijo corre livre. Cara esquisito esse, cada um com suas manias. Outro dia eu tava dando carona pra ele e no meio de uma explicaçao ele parou de falar, reclinou a cabeça pra tras e suspirou extasiado, eu disse « seu filho da puta, mijar no meu carro nao ! ». O cara  tava de fralda « relaxa ! » O foda é que agora ele pegou a mania de mijar em qualquer lugar, na fila do banco, no cinema, no bar, você logo se toca quando a cabeça dele se inclina pra tras e ele fecha os olhos, longe deste mundo, no seu prazer solitario e bizarro. O problema é que a gente tava trabalhando juntos ultimamente e em uma ocasiao ele mijou num momento crucial. Tava com a arma apontada pro cara, situaçao bem definida, eu com a minha apontada pro outro. Ele parou e inclinou a cabeça e entrou em seu mundo paralelo. Baixou a guarda. O sujeito se tocou que ele estava de alguma forma vulneravel mas ao mesmo tempo achou aquilo tudo muito estranho, imagina você com uma arma apontada na cabeça, a segundos de levar uma bala e o executor entra num transe. Você tem a chance de reagir mas nao consegue, porque você nao entende nada do que esta acontecendo ali. Logo quando percebi o seu ato compulsivo, atirei nos dois sujeitos pra evitar qualquer tipo de reaçao. « Nao vai ser sempre assim », falei. « Nao é sempre que vai ter um parceiro do seu lado que sabe a hora de mijar ».

Agora o filho da puta me contratou um assistante. O rapaz anda com ele pra la e pra ca, carregando suas fraldas e uma arma de guarda. O prazer da mijada é tao grande que ele optou por essa, vai entender. Ja dizem as mas linguas que o moleque anda matando mais que ele. O mijao anda perdendo o respeito.

One Response to “Mijao”

  1. Não sou o único desse mundo. VALEU PELO TEXTO CARA!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: