Hoje São Paulo é menos livre

 

Hoje São Paulo é menos livre

Por André Forastieri

Eu acho que na placa de cada bar de São Paulo deveria ter uma plaquinha. Assim:

– aqui se fuma maconha

– aqui se bebe pelado

– aqui fazemos orgia

– aqui não servimos carne

– aqui toca Djavan

– aqui é GLS

– aqui é para evangélico

– e, aliás, deveríamos mudar a lei para permitir o uso de drogas terríveis tipo heroína e crack, em estabelecimentos com as devidas plaquinhas

– e por aí vai.

Informação transparente. Em todos os guias de jornal e da internet.

Entra quem quer. Trabalha lá quem quer.

Pode até ter uns alvarás diferentes, pagar impostos de maneira diferente.

É assim que funciona uma sociedade livre.

Coisa que, sabemos, não existe.

Mas podemos ser um pouco mais livres ou um pouco menos livres.

A nova lei antifumo faz São Paulo menos livre.

Porque, veja, não existem espaços públicos. Existem espaços mais públicos ou menos.

A rua é um espaço muito público.

O metrô, menos. Só entra quem paga.

Um hospital público, menos ainda. Só entra doente e acompanhante. E tem regras para tudo.

Um bar é muito, muito menos público. Tem dono. E só pode ficar lá quem estiver consumindo.

E mais: a questão da fumaça prejudicar os garçons é, claro, cortina de fumaça.

Porque pela mesma lógica, os garçons não poderiam trabalhar em casas de show, porque o som muito alto vai prejudicar a audição. Ou os marronzinhos não poderiam ficar aspirando gás carbônico nos grandes cruzamentos.

Cigarro faz mal? Faz. Outras coisas também fazem. É decisão do indivíduo fumar ou não.

Se houver consenso de que o cigarro deve ser proibido, que se proíba sua fabricação e comercialização. Dá pra começar tirando os subsídios dos plantadores de tabaco e aumentando vinte vezes o preço do maço.

Mas não. É mais fácil fazer de conta que estamos fazendo algo de verdade.

Muitos amigos acharam a lei civilizada. Tem roqueiro fazendo propaganda a favor. E blogueiro achando que é bonito ir fumar lá fora.

Esta lei é autoritária. E ponto final.

 

One Response to “Hoje São Paulo é menos livre”

  1. marcelo alves Says:

    concordo, e olha que nao sou fumante! kassab nazi!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: