Peidinho

Ah se eu fosse um peidinho. Eu ia também querer sair livre por ai, fazer barulho, borrar as cuecas, sem me preocupar se deixei alguém constrangido. E eu queira ser um peidinho bem barulhento, que vida chata de um peido que sai ligeiro e tranquilo, assoviando quando muito. O peido tem vida curta, tem que fazer barulho mesmo. Nasce, cresce e estoura. Nasce de uma causa e morre como consequência, quase uma vida de merda. O barulho é seu grito de conquista, seu tapa no peito antes de se dissipar pelo ar. Imagina que vida de um peidinho que é bloqueado a toda hora que tenta sair, bate no anus, volta pro intestino, invade o estômago, fica perdido, sem rumo, sofre o preconceito do corpo que quer o expulsar de qualquer maneira, sorte de poucos que encontram seu caminho de volta. E quando finalmente saem, estao mais nervosos, reclamam, deixam um cheiro horrivel para mostrar seu descontentamento. É, peidos sao geiniosos. Eles falam e resmungam também. E peidos sao quase humanos, porque existe boa parte deles que é mau. Sai sem avisar, deixa aquela muafa tradicional, seu barulho é quase como um riso cinico, o sentido da sua existência é incomodar. Dentro deste maléfico grupo, estao aqueles cujo sentido de vida é somente anunciar a merda, espalhar o mau cheiro pelo mundo, carregados de enxofre, pequenos diabos. Eles se fingem de amigos, dizendo que anunciam uma boa cagada, mas é como enfiar a boca no trombone e contar a novidade para o mundo inteiro. Contar um segredo seu nas suas costas. Dizem até ser o melhor amigo do homem porque te acompanham para aonde você vai. Quer dizer, o mal cheiro é que te acompanha. Ele ja se dissipou faz tempo e esta rindo de você no inferno. Belo amigo ! O peidinho é que é amigo. E ops, olha la ! De tanto falar nele olha so quem aparece !

3 Responses to “Peidinho”

  1. Ahahahah

    vc e os peidos, isso ainda vira um livro!

    muito bom, mas ultimamente nao to podendo nem falar em peido

    esses dias eu estava tao mal que quando peidava dava vontade de vomitar, quando vomitava, dava vontade de cagar… ou seja, passei 2 dias me exorcizando no banheiro

    juro, pensei que ia morrer, nunca mais como grao de bico e carne de porco fora de casa

  2. Peido ‘e que nem filho …. so aguenta quem faz ….

    Fala se nao ‘e no minimo curioso o fato de eu gostar de meus peidos …. tem vezes que estou dirigindo no frio e nao vejo a hora de dar um peidinho quente no banco do carro … a sensacao de parecer que estou com uma bolsa de agua quente na bunda no frio …. sensacional ….
    Fico praticamente dopado .. e pensando bem e exatamente o inverso …. PEIDO <<< DOPEI ….

    BEIJO proces ?

  3. Em francês:

    -Le bruyant (court, fort, puissant, fait vibrer l’anus et parfois ne sent pas vraiment mauvais).
    -Le juteux (très odorant, mouillé, tache le caleçon, désagréable).
    -Le siffleux (long, langoureux, silencieux, extrêmement odorant).
    -Le mélangé (un mix des trois premiers….)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: