Engolido

 

O mundo o engoliu, finalmente. Ele lutou e tentou mas foi dificil segurar as mandibulas e os dentes afiados com as maos. Nao é que ele finalmente virou um homem do sistema, embutido e funcional. Nao é que ele decidiu apostar na carreira corporativa, na compra da sua casa propria, na gravidez de sua mulher, compensar as mazelas e tristezas com objetos de luxo da classe média, nao foi isso nao. Ele foi engolido e mastigado por um mundo glutao que so quer saciar uma fome infinita, pouco importa a sua alma, o seu sabor. So agora percebeu que da barriga de sua mae foi colocado direto num prato para ser devorado aos poucos. So agora percebeu que tudo num passa de um enorme banquete e que o mundo nao ia esquecer dele. Tentou contrariar o gosto do mundo, jogou as batatas e os brocolis pra fora do seu prato, tirou a maça da boca, pururucou sua pele como proteçao. Mas quanto mais gordura você desenvolve, mais gostoso, mais fome da no mundo em te engolir. E o mundo veio babando desta vez. E foi-se inteiro, engolido. Virou bosta.

One Response to “Engolido”

  1. Mais uma vez, cara, parabéns pelo texto! Concisão, clareza… Parágrafo ótimo: uma metáfora perfeita em forma de quadrado.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: