No DVD do ovelha

The Girlfriend Experience. Steven Soderbergh faz suas incursões hollywoodianas (a trilogia do Oceans Eleven é o mais conhecido deles), mas o diretor aposta boa parte do seu tempo em projetos pessoais. Foi o caso de Bubble de 2005, um thriller com atores que não eram atores, os dois filmes de Che, e esse último, THE GIRLFRIEND EXPERIENCE. A história conta a vida de uma escort em meio à crise financeira de 2008 / 2009. Interpretada por Sasha Grey, musa jovem da indústria pornô, a escort faz mais do que sexo com seus clientes, ela sai pra jantar, conversa, aconselha,  e os escuta reclamarem da crise. Ela ganha 2 000 $ pra fazer o papel de uma namorada. Um filme interessante e original. E olha isso: quando a Universal soube que Sasha Grey era uma popstar pornô, eles se recusaram a promover o filme. Ridículo.

A Thousand Years of Good Prayers. Mr. Shi, um velhinho chinês simpático, viaja aos Estados Unidos para visitar sua filha que não vê há 12 anos. A recepção da filha é um pouco fria, distante, o que deixa a entender que existe alguma coisa mal resolvida entre os dois. Baseado num conto chinês, A Thousand Years of Good Prayers é um filme sensível, que aos poucos explora o abismo da relação entre pai e filha. O filme fala também das diferenças culturais entre os dois países e mais, a relação de outros imigrantes com a América e o sonho americano. As cenas de diálogo entre Mr. Shi e a senhora iraniana no parque são excelentes, a língua deixa e ser um obstáculo quando se fala com o coração. Aliás, é isso que Mr. Shi também procura com sua filha para finalmente, quem sabe, diminuir o abismo que nós mesmos criamos. Porque complicamos tanto?

A Culpa é do Fidel. Afinal, de quem é a culpa? Para a menina Anna, a culpa é do Fidel. Tudo ia muito bem na vida dela: família classe média, pais presentes, avós burgueses, escola privada. Mas são os anos 70 e o mundo está mudando. A mãe mergulha no feminismo e o pai vira um ativista político fervoroso. Isso tudo faz com que os pais reneguem aquela vida de antes, se mudam para uma casa menor, que vira uma espécie de antro de comunistas, Ana é proibida de assistir as aulas de catecismo que tanto gostava na escola. E os pais esquecem-se do principal, de colocar a menina nesse contexto todo. A perspectiva da criança sobre a realidade que acontece ao seu redor é outra, ela não entende, não compreende, tudo para ela é pior. É culpa do Fidel. Bom filme, só poderia ser mais curto.

Adam’s Wall. Montreal é uma cidade conhecida pela sua diversidade étnica. Adam é um judeu, cujos pais foram mortos quando ele ainda era pequeno, no momento em que atravessavam a fronteira com o Líbano. Foi criado pelo avô num bairro de judeus ortodoxos em Montreal. E aí Yasmine aparece em sua vida, uma filha de libaneses que veio refugiada ao Canadá morar com o pai. Um pequeno Romeu e Julieta moderno só que num contexto político.  É engraçado isso em Montreal, uma cidade que recebe tantos conflitos e tão pacífica ao mesmo tempo. Adam’s Wall ainda conta com trilha sonora de Patrick Watson, entre as músicas tem The Great Escape já postada nesse blog: bela, triste, deliciosa.


Middle of Nowhere. Anton Yelchin é um dos atores mais interessantes da nova geração. Nesse filme aparentemente inocente, ele faz o papel de um garoto de classe média alta que está sempre envolvido em problemas. Mas não é por ser um garoto rico e mimado e sim pela sua percepção do mundo, seus valores não batem com o mundo em que vive. Então ele é forçado pelos pais a passar o verão sob a supervisão do tio numa pequena cidade do interior. Lá, ele arranja um trabalho de verão, conhece uma garota e tudo parece que vai bem, até começar a vender drogas na redondeza. Mas não é problema que ele está procurando com isso, muito pelo contrário. Às vezes os fins justificam os meios.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: